Diferendo Câmara/Direção Regional de Cultura faz parar obra em frente ao Palácio de São Lourenço

Rui Marote (texto e fotos)

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
As obras decorrem junto a um edifício classificado e devem ter acompanhamento da DRC.
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Os trabalhops estão parados até que se resolva este diferendo DRC/Câmara.

Câmara do Funchal e Direção Regional de Cultura andam de costas voltadas com as obras que neste momento decorrem em frente ao Palácio de São Lourenço, da responsabilidade da autarquia, mas que deveria ter o acompanhamento daquela estrutura cultural do governo, tendo precisamente em conta que os trabalhos decorrem numa zona próxima a um edifício classificado, como é aquele onde estão serviços militares e o Representante da República.

A Câmara decidiu avançar com obras e tinha o prazo de conclusão para setembro, mas com este atraso a programação deve ser alterada. O objetivo da intervenção era alargar a área pedonal e colocar a avenida com os tradicionais paralelepípedos, aproveitando a obra, também, para substituir a canalização.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
A Câmara vai aproveitar as obras para mudar a canalização antiga.

O problema é que a autarquia, ao que se sabe, não solicitou o acompanhamento arqueológico à DRC, que teve que intervir no processo fazendo parar as obras para abordar a questão com outra profundidade e acompanhamento. O Funchal Notícias sabe que inclusive decorreu uma reunião no Palácio de São Lourenço, nas instalações do Representante da República mas sem a presença deste, onde foram analisadas todas as questões relacionadas com o acesso ao Palácio, estando presente o vereador Domingos Rodrigues.