Crónica Urbana: Cajú, quem te viu e quem te vê…

Rui Marote

O Funchal Notícias, nos últimos dois anos, alertou por diversas vezes para a situação do antigo edifício do supermercado Cajú, na esquina da Rua da Carreira com a Rua do Surdo. O mesmo encontrava-se em perigo de derrocada. Tratava-se de um prédio em ruínas, totalmente oco, segurado pelas paredes exteriores e com uma cobertura de zinco. Sempre que circulava uma viatura de certa tonelagem, o edifício “tremia”como se de réplicas sísmicas se tratasse.


Entretanto, um grupo de emigrantes adquiriu o imóvel, mantendo toda a traça arquitectónica original na dimensão exterior do prédio.
Foram enormes os obstáculos que surgiram a nível burocrático e prático, tendo-se mesmo verificado o fecho da Rua do Surdo por largos meses ao trânsito.
Agora foi  levantado um pouco do véu que escondia a beleza do edifício já totalmente recuperado, numa altura que se procede à colocação dos varandins rendilhados. estando prevista a visibilidade total desta “jóia arquitectónica” dentro de duas semanas.


Cajú Design Hotel é o nome desta nova unidade hoteleira que nasce dentro do Funchal, mantendo o nome original do antigo supermercado que funcionou durante dezenas de anos na Rua da Carreira. Os proprietários irão decorar os interiores com peças originais  do antigo supermercado e fotografias da época.

O arquitecto que teve a tarefa de planear a recuperação chama-se António Fernandez, também responsável pelo design de interiores. As especialidades estiveram a cargo de Abílio Rodrigues.
Cajú quem te viu e quem te vê… Valeu a pena.