Rubina Leal quer criar caminhos corta-fogo, reativar bocas-de-incêndio e investir no saneamento básico

Reunião no Monte. Foto DR

Criar caminhos corta-fogos, reativar as bocas-de-incêndio, efetuar obras de contenção em taludes e investir no saneamento básico, foram algumas das propostas apresentadas ontem pela candidata do PSD à Câmara Municipal do Funchal (CMF).

Rubina Leal falava ontem, durante os ‘Encontros com os Militantes’ do Monte, sobre as falhas do atual executivo camarário, apresentando os projetos que tem para aquela freguesia e que foram subscritos pelo presidente do PSD/Madeira, Miguel Albuquerque e pela candidata e presidente da Junta, Idalina Silva.

“É inconcebível que nesta freguesia, fustigada por muitos fogos, ainda tenhamos bocas-de-incêndio nas estradas e nas ruas que não estão a funcionar. É inconcebível que nesta freguesia, onde temos o pulmão da cidade – o Parque Ecológico – não tenhamos os caminhos corta fogo feitos, nem sementeiras, nem reflorestação em curso” lamentou, acrescentando que existe ainda uma estrada cortada por falta de obras de contenção de um talude.

Recordando que a zona florestal e a zona urbana da freguesia são separadas por uma linha muito ténue, Rubina Leal disse que existem projetos e fundos comunitários que permitem apostar na prevenção de incêndios, algo que não foi aproveitado pelo atual executivo da CMF.

“Com a minha candidatura, obviamente, que as questões de segurança serão resolvidas”, disse, exemplificando que irá intervir urgentemente em faixas limpas, caminhos corta-fogo e na reativação das sementeiras no Parque Ecológico, bem como em obras de contenção de taludes no Monte.

Rubina Leal deu voz a outras preocupações dos munícipes. “Existem aqui outras situações como o saneamento básico, em que existem esgotos a céu aberto. Isto é inconcebível no século em que vivemos até por questões de saúde pública”, alertou, acusando o atual edil de não saber gerir o município, nem atender às necessidades mais básicas de uma freguesia como o saneamento básico e a segurança das populações.

A candidata falou ainda das questões de requalificação do Monte. “Toda esta zona deverá ser requalificada”, exemplificando com as infraestruturas locais, obras estruturantes e a requalificação urbanística da zona de partida dos Carreiros.

Miguel Albuquerque subscreveu todos os projetos apresentados pela candidatura ‘Leal ao Funchal’, apoiando também Idalina Silva que desenvolveu um trabalho “excecional” na freguesia, apesar do desleixo da CMF.

“Independentemente da Câmara não ter feito investimento nenhum na freguesia esta candidata é uma trabalhadora excecional e de grande confiança, que tem uma grande empatia com a população, por isso vamos voltar a ganhar um monte”, referiu Albuquerque.

“Por outro lado vim também dar o meu apoio à nossa candidata Rubina Leal que conhece muito bem o Monte, onde desenvolve um trabalho excecional, quer através do apoio das famílias na recuperação das suas habitações, quer na requalificação em toda a freguesia, especialmente na zona das Corujeiras e das Laginhas.”