Esplanadas roubam espaços a peões e Ribeira Brava não foge à regra

*Com Sílvio Mendes

Cada vez mais na Madeira os estabelecimentos comerciais na área da restauração e bares optam por colocar mesas e cadeiras frente às suas portas. Por mais pequeno que seja o bar ou restaurante, há sempre uma esplanada. Espaços ao ar livre que têm efetivamente muitos adeptos, mesmo sujeitos, muitas vezes, aos gazes dos automóveis, às poeiras ou às visitas do indesejados pombos.
Infelizmente, notamos que muitos espaços, que deveriam ser destinados unicamente aos peões, são ocupados por esplanadas obrigando as pessoas, por vezes, a terem que ir para a estrada com todos os problemas daí inerentes, entre eles o risco de atropelamento,
Uma das situações mais flagrante do abuso da ocupação da vida pedonal (passeio) verifica-se no centro da vila da Ribeira Brava, onde a esplanada de um bar preenche todo o espaço destinado aos peões.
A entidade que autoriza tal situação mostra que tem pouco ou nenhum respeito por quem anda a pé.