Pesca ilícita: Polícia Marítima apreende 22 armadilhas de gaiola

O comando local da Polícia Marítima do Funchal, aproveitando as valências do Grupo de Mergulho Forense e Operações Policiais Subaquáticas, realizou no passado dia 6 de Julho uma fiscalização no mar, na costa sul da Madeira, entre o Funchal e a Ribeira Brava, visando reprimir ilícitos no âmbito do Sistema Integrado de Vigilância, Fiscalização e Controlo das Actividades de Pesca (SIFICAP) e a segurança da navegação, reza um comunicado.

A acção, que visava em primeira instância a preservação dos recursos marinhos, teve como objectivo primordial a detecção e recolha de artes de pesca sem a sinalização e identificação regulamentares ou, ainda, caladas em local proibido.

Como resultado foi apreendida uma teia com 22 armadilhas de gaiola, no exercício da pesca, na zona da Ribeira Brava, sem qualquer sinalização e identificação deficiente.