Idalino Vasconcelos diz que chegou a altura de avaliar política de projetos falhados

Foto DR.

O candidato do PSD à Câmara Municipal do Porto Santo afirmou anteontem que “este é o momento de mobilizar e de unir” o partido.

“É o momento de dizer que queremos ir mais longe, mas para isso teremos de ir todos juntos, trabalhando em equipa, porque só há projetos vencedores quando somos fortes, coesos e unidos”, afirmou Idalino Vasconcelos, na apresentação da equipa, no Centro de Congressos.

O social-democrata considera que “chega da conversa fiada” dos últimos quatro anos. Agora é tempo de querer “um Porto Santo de verdade”.

“Queremos um Porto Santo de verdade porque não precisamos de uma ilha parada no tempo, não quero um Porto Santo onde as instituições não conseguem dialogar. Não quero um clima crispação contínua e de alegadas dúvidas, dificuldades e entraves nas instituições que representam o povo.”

O candidato do PSD sublinha que “chega de falhanços” em políticas importantes para o Porto Santo.

“Chegou a altura de avaliar esse tempo. Chegou o tempo de dizer basta, porque o Porto Santo não poderá continuar neste impasse por mais quatro anos. Por isso, queremos um Porto Santo de verdade. A verdade, porque já chega de desassossegos. Queremos prosperidade e diálogo e acima de tudo transparência.”

Idalino Vasconcelos salientou ainda que o Porto Santo não pode continuar de costas voltadas para a Madeira.

“Temos de estar em sintonia e em diálogo com o Governo Regional, através de uma estratégia colaborativa, mas atenta e reivindicativa, procurando sempre a melhoria da qualidade de vida dos porto-santenses e de todos aqueles que nos visitam.

Na visão do candidato social-democrata, “é preciso devolver o prestígio e a qualidade das instituições do poder local, com democracia e com o respeito por todos”, acrescentando que os porto-santenses podem contar com a sua equipa aos diversos órgãos autárquicos para liderar “um projeto que será de todos e para todos, para unir e vencer a bem da população, num espírito social-democrata”.