“Liceu” Jaime Moniz com nova “face” numa grande operação de restauro

FOTOS RUI MAROTE.

O emblemático edifício da Escola Secundária Jaime Moniz, por onde passaram e continuam a passar sucessivas gerações de estudantes, está em obras de restauro, numa operação que visa dignificar esta instituição escolar que marcou e continua a marcar o percurso de tantos alunos que dele guardam saudosas memórias.

A completar 180 anos de existência, em outubro próximo, 75 anos no atual edifício, o conselho executivo, liderado por Jorge Moreira de Sousa, considera que chegou o momento de levar à prática aquela que é a maior intervenção de sempre no sentido de melhorar as instalações e proporcionar à comunidade escolar melhores condições de trabalho. Aliás, o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, marcará presença, a 4 de outubro, no aniversário desta instituição que, como Liceu, é a primeira do país.

Completada a fase de instalação da rega automática, a etapa que decorre neste momento é a da pintura no exterior do imponente imóvel, com a típica cor rosa madeirense. Seguir-se-ão os trabalhos de recuperação do telhado e outras intervenções pontuais, tudo de forma gradual para que nada perturbe o serviço de exames nacionais que está a decorrer.

Enquanto uns pintam outros repõem com minúcia, pedra a pedra, a típica calçada, na entrada principal do imóvel, ao mesmo tempo que, no interior, decorre o pulsar de uma instituição centenária, com centenas de alunos a tentarem superar a tormenta dos exames rumo ao futuro no ensino superior.