Coligação Confiança defende “política construtiva” e critica entrevista de Gil Canha

 

Gil Canha é acusado de “revanchismo” e de “ter perdido o discernimento”. foto LR

A Coligação Confiança, que concorre às próximas autárquicas e que integra o PS, Bloco, JPP, PDR e o Nós, Cidadãos!, no apoio ao actual edil funchalense Paulo Cafôfo, repudiou hoje em comunicado de imprensa as declarações do candidato à presidência da autarquia, Gil Canha, publicadas num matutino madeirense.

Para a coligação, estas são “declarações difamatórias e inaceitáveis, que se destinam única e exclusivamente a ferir a imagem e honra pessoal de Paulo Cafôfo, através de mentiras gratuitas, proferidas por alguém que claramente já perdeu o discernimento, e cuja acção política se reduz, hoje, a uma perseguição revanchista obcecada na pessoa do actual Presidente da Câmara Municipal do Funchal”.

A Coligação Confiança lamenta, pois, “não só o teor desta pobre entrevista, como, e acima de tudo, que se continue a tentar “fazer política” desta forma nefasta, assente em mentiras, ataques pessoais e ofensas gratuitas, estando certos, contudo, de que serão as pessoas a fazer o único e verdadeiro julgamento que interessa”.

Os partidos que compõem a coligação, e cujos mais altos responsáveis na Madeira assinam esta resposta, reafirmam, apenas, que “têm um orgulho imensurável em apoiar alguém com os valores e os princípios professados por Paulo Cafôfo, um homem honesto, capaz e corajoso, que tem trabalhado de forma incansável para melhorar a qualidade de vida dos funchalenses, por via de uma agenda que colocou sempre as pessoas no centro das suas preocupações”.

“É nisso que acreditamos e é isso que continuaremos a fazer, a apresentar ideias, soluções e capacidade de trabalho, deixando uma última certeza: jamais faremos política desta forma”, concluem.