“Fomos nomeados e criados por nós, não pelo Funchal”, lembra Ricardo Nascimento aos seus apoiantes com “casa cheia”

Ricardo Nascimento candidatura sede
A inauguração da sede de campanha deu “casa cheia” a Ricardo Nascimento.

“Sinto uma chama, uma onda de apoio tão grande para que sejamos a solução para melhorar o Concelho”, disse Ricardo Nascimento, o atual presidente da Câmara Municipal da Ribeira Brava, eleito pelo PSD há quatro anos, na abertura da sede de campanha e com “casa cheia”, recandidatando-se pelo movimento “Ribeira Brava em primeiro”, com o apoio do CDS/PP, PPM, MPT e PDR.

Ricardo Nascimento não deixou de enviar algumas mensagens para quem quiser entender:  “A Ribeira Brava e os ribeirabravenses irão dar-nos uma vitória expressiva, quer na Câmara, quer na Assembleia Municipal, quer nas Juntas de Freguesia. Somos os mais capazes, sem quaisquer interesses, fomos nomeados e criados por nós e não pelo Funchal. Connosco Ribeira Brava em primeiro”.
O candidato lembrou que “quando surge a notícia de que não era o candidato pelo partido social democrata comecei a sentir uma onda de apoio, foram vários os munícipes que me encontravam na rua, que me telefonavam, sim telefonavam, pois apesar das dificuldades nunca deixei de estar próximo das pessoas, dando muitas vezes o meu número pessoal para que me voltassem a ligar para que as suas preocupações fossem ultrapassadas. Tive de refletir, pois sei que a tarefa não iria ser fácil.Discuti e refleti junto das pessoas que estiveram sempre comigo, grandes amigos e grandes conhecidos, mas também com a minha família mais chegada, a minha esposa que desde que estamos juntos tem estado sempre comigo, que hoje fez questão de cá estar”.

Nascimento diz que a equipa de campanha está, neste momento, a desenvolver contactos porta a porta “não só para recolher assinaturas mas também para ouvir as pessoas. “Pretendemos também fazer quatro debates, quatro partilhas de ideias com objetivo de pensar e olhar para as quatro freguesias da nossa linda terra”.

O candidato pede à sua base de apoio para não entrar em determinados climas que a campanha vai poporcionar:  “Vai haver muita mentira, vão dizer mal do que foi feito, vão criticar e fazer várias insinuações. Peço-vos que não entremos por esse caminho”.

O atual líder da autarquia e candidato formulou, entre outros, “um agradecimento, entre outros, à professora Mila Pereira, professora aposentada e que teve muitos anos à frente de uma escola. Que com o seu gosto pela Ribeira Brava, bem como o seu reconhecimento pelo que tem sido feito, escreveu a letra do nosso Hino”.