Carlos Pereira diz que o Governo Regional não deu parecer sobre Registo de Navios e colocou “carta insultuosa” nos jornais

carlos pereira
Carlos Pereira acusa Governo Regional de não ter dado parecer sobre o Registo de Navios.

O líder do PS-Madeira e deputado na Assembleia da República denunciou hoje, em conferência de imprensa, que “o Governo Regional foi solicitado a dar um parecer sobre o Projeto de Lei que estava a ser discutido e construído na Assembleia da República, sobre o registo de navios da Madeira”, mas não o fez.

Segundo Carlos Pereira “o Governo não quis dar um parecer apesar desse Projeto de Lei ter matérias que interessam ao Registo Internacional de Navios da Madeira, à Zona Franca da Madeira, assim como para os madeirenses”.

Em contrapartida, disse Carlos Pereira, “o Governo colocou uma carta insultuosa nos diários nacionais e regionais convencidos que, com isso, resolveria os problemas da Região”. O líder socialista acusa o PSD-M e o Governo Regional de “mais uma vez falharam no circo que estavam a tentar montar para, mais uma vez, esconder os incumprimentos das suas promessas que foram feitas, há mais de dois anos, e que não são capazes de realizar”.

Carlos Pereira chama a si e ao PS a tarefa de alertar para a importância desse dossier para a Madeira. “Refira-se que o PS-M nunca esteve de acordo com medidas que possam colocar em causa o Registo Internacional de Navios da Madeira”, deixando claro que “a melhor forma de resolver os problemas dos madeirenses não é com gritaria, nem com insultos, nem com cartas públicas, mas com trabalho, pareceres adequados e, sobretudo, com diplomacia”, disse.

Por seu turno, salientou que o Grupo Parlamentar do PS, na ALRAM, vai solicitar ao Governo Regional que exerça as suas funções de concedente do CINM, de modo a conhecer os dados disponíveis sobre o impacto do Registo de Navios na economia regional, no que concerne às questões de emprego e à criação de riqueza na RAM.