Encontro de Peritos em Espécies Invasoras reúne especialistas em flora e fauna selvagens

Nos próximos dias 1, 2 e 3 de Junho decorrerá na Madeira, o 12.º Encontro do Grupo de Peritos em Espécies Invasoras da Convenção de Berna e um Workshop sobre experiências na erradicação e controlo de espécies invasoras em ilhas, anuncia a Secretaria Regional do Ambiente e Recursos Naturais.

Este é um encontro de cariz técnico e científico que decorrerá no auditório do Colégio dos Jesuítas, organizado pelo Comité do Conselho da Europa no âmbito da Convenção de Berna, e cuja entidade parceira é o Instituto das Florestas e Conservação da Natureza IP-RAM.

A Convenção de Berna funciona como um instrumento jurídico internacional no domínio da conservação da natureza e património natural, cobrindo a maior parte do continente europeu e estendendo-se para alguns Estados da África. Tem como objectivo conservar a flora e fauna selvagens e seus habitats naturais, bem como promover a cooperação europeia neste campo.

O evento é constituído por duas partes distintas: o Encontro de Peritos que decorrerá nos dias 1 e 2 e o Workshop que realizar-se-á na tarde do dia 1. No dia 3 de Junho o grupo fará uma visita à Reserva Natural das Ilhas Desertas.

Relativamente ao Encontro de Peritos, consta de uma discussão técnica por parte do grupo e que é aberta aos representantes oficiais designados por cada um dos países e a observadores que tenham manifestado e justificado o seu interesse em estarem presentes. Note-se que este Encontro realiza-se de dois em dois anos e o objectivo é avaliar o que tem sido feito nos diferentes países, e a nível mundial, relativamente ao combate e prevenção do problema das espécies invasoras, partilhar experiências práticas e perspectivar futuras acções. Refira-se ainda que o Grupo de Peritos especializados sobre espécies exóticas invasoras foi criado em 1992, pelo Comité da Convenção de Berna.

O referido workshop de carácter científico é aberto aos técnicos e às pessoas com interesse na matéria, e contará com a intervenção de 16 oradores. O objectivo do workshop é trazer profissionais da área da conservação, assim como, cientistas e entidades governamentais, que partilhem a sua experiência em trabalhos de controlo e erradicação de espécies invasoras em ilhas da Europa e do Mediterrâneo, bem como sobre os aspectos positivos de conservação e restauração do ecossistema após erradicação.

A abertura oficial deste evento decorrerá no dia 1 de Junho, às 9.30h no Auditório do Colégio dos Jesuítas da Universidade da Madeira.