Governo tem 800 mil orçamentados para o cais da Ribeira Brava mas não avança por não ser prioridade, acusa candidato socialista

SONY DSC
Alano Gonçalves diz que o Governo orçamentou verba para o Cais da Ribeira mas vai intervir apenas no Caniçal, Funchal e Ponta do Sol.

O candidato do PS às autárquicas de 1 de outubro, na Ribeira Brava, considera “lamentável” que as entidades responsáveis deixem arrastar a situação do Cais, em condições degradadas.

Alano Gonçalves lembra que, recentemente, “o Governo Regional aprovou, em reunião plenária, uma deliberação que vai no sentido do investimento em infraestruturas portuárias, no Funchal, no Caniçal e na Ponta do Sol, mas deixa de fora das prioridades o Cais da Ribeira Brava, apesar de estar contemplado, em sede de Orçamento Regional, a verba de 800 mil euros especificamente para esse efeito”.

Do ponto de vista do candidato socialista, “o cais poderia ter uma utilidade, não só do ponto de vista turístico, mas também comercial”, defendendo uma intervenção que “dignifique aquele espaço e não dê a imagem que está a dar a quem nos visita. Não estamos contra a intervenção nos portos do Funchal, Caniçal e Ponta do Sol, estamos sim, contra a falta de estratégia de intervenção num cais com a importância e tradição como é o da Ribeira Brava”.