Albuquerque e as flores: inauguração da exposição na Praça do Povo

Fotos: Rui Marote

É sabida a predilecção do presidente madeirense por flores. E Miguel Albuquerque não deixou ontem de demonstrar esse mesmo interesse e prazer florícola na visita à exposição que demonstra o que de melhor a Região tem para apresentar ao turista, na Praça do Povo, após ter percorrido a animação e decoração de rua no centro do Funchal, mais precisamente na Placa Central da Avenida Arriaga.

Recorde-se que, conforme o FN noticiou, Albuquerque se mostrou muito satisfeito com os números da ocupação hoteleira na altura deste evento e deu conta do interesse do Governo que dirige em aumentar cada vez mais a duração do certame, para que no próximo ano se possa estender já ao longo de um mês e englobar múltiplas actividades que ponham em evidência não só uma mera exposição de flores, mas todo o nosso património natural. Objectivo: esbater cada vez mais a sazonalidade no destino Madeira, criando motivos continuados de interesse para o turista durante todo o ano.

Aqui ficam as imagens captadas pelo nosso repórter fotográfico, da prazenteira visita do chefe do Executivo madeirense aos pavilhões que, na Praça do Povo, albergam as bonitas flores da Região. Um evento que antigamente se realizava no Ateneu e que congregava verdadeiras multidões numa peregrinação. Apesar da mudança de local, ainda são hoje muitos os que querem ver alguns dos mais magníficos exemplares da floricultura da Madeira.

Fazendo-se acompanhar de Eduardo Jesus, secretário regional da Economia, Turismo e Cultura, o presidente esteve também presente ontem no final da tarde no lançamento do livro ’32 Anos de Festa da Flor’, da autoria de João Egídio, personagem conhecida pelos múltiplos arranjos florais em diversos eventos turísticos madeirenses.