Jaime Moniz vive “Dia Radical” com artistas a apelarem a uma Escola Saudável

Foto Carlos Freira

 

O campo da Escola Secundária de Jaime Moniz está hoje convertido num palco multicolor de apelo aos hábitos saudáveis, tudo em nome de “Um Liceu Radical numa Escola Saudável”.

Ao toque de saída das aulas, os estudantes cruzam com a antiga aluna da Jaime Moniz, Vânia Fernandes, hoje cantora, a interpretar “Senhora do Mar”. Mais adiante, o chefe Octávio, com um stand de cozinha improvisada, auxiliado por dois assistentes, confeciona ao vivo, no campo, receitas saudáveis num apelo insistente aos cuidados com a alimentação.

Noutro recanto, o staff da Cruz Vermelha, Exército, Sanas, Bombeiros e artistas musicais mostram à comunidade escolar a luta diária no auxílio e resgate.

Foto Carlos Freira
Foto Carlos Freira

O velejador João Rodrigues, medalhado olímpico, também de regresso à sua antiga escola para partilhar com os estudantes a opção saudável que fez pelo desporto e o apelo inequívoco à importância da prática física. Tudo isto misturado com a música que prende a atenção dos jovens, nomeadamente dos artistas do rap. A batalha rap também estalou com a atuação dos rappers; o DJ Romano Faria, o jovem cantor, estudante do Liceu, Diogo Garcia são também grandes atrações dos jovens.

Foto Carlos Freira.

Mas ainda não é tudo. No Largo do Museu, há quem opte por uma tatuagem, enquanto outros tratam do visual, com uma maquilhagem sóbria e elegante. À entrada do emblemático edifício, uma barco de vela repousa no jardim, um cargo de tração às quatro rodas estaciona à entrada. Uma forma de captar a atenção da população e de mostrar que as escolas não servem apenas para transmitir conteúdos teóricos mas que preparam para a vida.

Na abertura do evento, esta manhã, o presidente do Conselho Executivo, Jorge Moreira de Sousa, agradecia à participação dos alunos e professores neste “dia memorável”. “A escola não é apenas a parte curricular mas também vida, um local de vivência e de formação para a cidadania”, salientou.

Foto Carlos Freira

O secretário regional da Educação, que também fez questão de marcar presença no evento, pegou nas palavras do velejador João Rodrigues – que ali se deslocou para relatar a sua experiência de estudante a atleta – para lembrar que “foi a sua paixão que o levou longe. É na escola que os jovens constroem os seus projetos de vida. Nenhuma outra geração teve tantas instituições preocupadas em apoiar os jovens”. Por isso, realçou Jorge Carvalho, “hoje é um dia de festa e alegria, a prova de que a escola é uma preparação para um estilo de vida saudável”.

Foto Carlos Freira.

Na plateia, uma multidão de alunos, bem como diversas entidades representadas, tais como o comandante da Zona Marítima da Madeira, a responsável da Câmara Municipal do Funchal pelos pelouros da Educação e Desporto, o coordenador regional da Liga Portuguesa Contar o Cancro, entre outras entidades que participaram ativamente neste evento.

Foto Carlos Freira.

A iniciativa foi desenhada pelo Conselho Executivo da ESJM, com o contributo decisivo da “Equipa da Saúde” (Prevenção dos Comportamentos de Risco e Promoção da Saúde) em parceria com a Coordenadora das Atividades Internas do Desporto Escolar da Escola Secundária Jaime Moniz.

Carros de rali, disponibilizados pelo Madeira Racing Car, e carros de kartcrosse também atraem os jovens, para além da culinária saudável. Uma panóplia de atividades desenvolvidas com o dinamismo de Maria José Barreto, António Freitas, Elisabte Cró e os professores de educação física da ESJM.

 Paraquedismo, rapel, slide, ciclismo, vela, canoagem, surf, asa delta, Motocross, bodyboard, skate, BTT, STG, pesca desportiva, safaris, e muitas outras preenchem o campo Adelino Rodrigues.

Em paralelo a todas estas atividades, estão também previstos vários workshops, debates, exposições, depoimentos/entrevistas sobre a temática envolvente (Desporto Radical, Desporto de Aventura e Saúde).

Os objetivos estão à vista de todos: proporcionar aos alunos e a toda a comunidade educativa a criação de hábitos e estilos de vida saudáveis e promover o desenvolvimento de atitudes assertivas e do respeito pela vida, no sentido de suscitar o desenvolvimento harmonioso da personalidade de cada um, potenciando o que neles lhes sirva de alicerce para a vivência de uma liberdade responsável.