Tripulante do barco pesqueiro ‘Alexandre Coelho’, de Câmara de Lobos, falece no mar

*Com Helena Mota e Rui Marote

Um tripulante do espadeiro Alexandre Coelho faleceu hoje no mar às 6h30 de domingo, quando o barco se encontrava a 180 milhas do Bugio, nas Desertas, num banco denominado Susana. O homem terá, em princípio, falecido de causas naturais, enquanto se encontrava a bordo da embarcação pesqueira de denominação supracitada, e matrícula FN 1720, cuja tripulação era constituída por 10 pessoas. Tratava-se de um barco camaralobense.

O pesqueiro, dedicado à faina de peixe-espada preto, chegou hoje a meio da manhã ao porto do Funchal, onde, na presença das autoridades marítimas, desembarcou o corpo do malogrado tripulante, que completara 47 anos a semana passada.

Vasco Pereira, natural de Câmara de Lobos, era casado e deixa dois filhos, uma filha de 23 e um filho de 13 anos. Após sentir-se mal, em meio à actividade pesqueira, sentiu a necessidade de deitar-se. Quando o foram chamar, para levantar os aparelhos de pesca, constataram que estava morto.

A Polícia Marítima, o capitão do Porto do Funchal, Sousa Pereira, a delegada de Saúde e a agência funerária compareceram no desembarque do corpo do malogrado tripulante. Bem como familiares do falecido, aos quais o FN endereça os pêsames pela sentida perda.