Linha de crédito para pagar cana-de-açúcar já tem suporte orçamental

canan2Entra hoje em vigor a portaria conjunta dos secretários regionais da Agricultura e das Finanças que autoriza a repartição de encargos orçamentais, referente à linha de crédito bonificado destinada a financiar a compra de cana-de-açúcar para a campanha de 2016.

A portaria foi publicada ontem e dá resposta ao facto das agroindústrias não disporem de tesouraria suficiente para pagar atempada e integralmente os valores que sejam devidos a todos os agricultores fornecedores de cana-de-açúcar, tendo por isso que recorrer a crédito bancário.

Os encargos orçamentais referentes à linha de crédito bonificado destinada a financiar a compra de cana-de-açúcar para a campanha de 2016, não excederão, em cada ano económico, os seguintes valores: €20.613,40 para o ano económico de 2016  e €47.795,90 para o ano económico de 2017.

Recorde-se que a cultura da cana-de-açúcar na Região Autónoma da Madeira ocupa uma área superior a 180 hectares, e envolve cerca de 1.116 agricultores, e 150 trabalhadores ligados às agroindústrias do Rum Agrícola, e do Mel de Cana-de-açúcar.

As agroindústrias regionais do setor, nos últimos dois anos, tiveram de implementar um significativo esforço para absorver toda a produção de cana-de-açúcar, que cresceu sucessivamente, 17% entre 2014 e 2015, e 23% entre 2015 e 2016, acumulando stocks e imobilizado.

A laboração de cana-de-açúcar de 2016 terminou em meados de junho.

Recorde-se que ontem o FN alertou para atrasos no pagamento aos produtores.