Sara Madruga (PSD) visitou serviços públicos no Porto Santo

madruga
Reunião com a Junta. Fotos Sara Madruga da Costa

A deputada do PSD-Madeira na Assembleia da República, Sara Madruga da Costa efectuou ontem uma visita por diversos serviços públicos instalados na ilha do Porto Santo.

madruga2
Visita ao SEF

Sara Madruga visitou ainda o Pico do Espigão, local onde está prevista a instalação de um radar meteorológico para a Região.

“Já questionei na Assembleia da República a Sra. Ministra do Mar, sobre a necessidade urgente de avançar com este investimento que melhorará a previsão meteorológica da Região, em especial no que concerne à precipitação. Ainda está bem presente na nossa memória a intempérie do 20 de fevereiro”, escreveu Sara Madruga.

madruga3
Visita à Conservatória.

A parlamentar reuniu ainda com o presidente da junta de freguesia do Porto Santo, José Idalino Vasconcelos e com o tesoureiro Dinarte Silva.

Visitou os serviços do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) no aeroporto do Porto Santo e as conservatórias.

madruga4
Visita ao Tribunal.

Sobre estas disse o seguinte: “Estou a acompanhar na Assembleia da República desde dezembro de 2015, o problema da falta de conservadores e oficiais de registo na Região. Demos entrada inclusivamente de um projeto de resolução a solicitar a resolução desta situação por parte do Governo da República, o qual foi chumbado pelo PS e demais partidos de esquerda e votado favoravelmente pelo PSD e pelo CDS. Este problema é mais grave no Porto Santo, uma vez que não existe nenhum conservador na ilha, situação esta que prejudica os cidadãos. Ontem visitei as instalações da Conservatória dos Registos do Porto Santo, onde para além deste problema apercebi-me de que as instalações não estão acessíveis a cidadãos de mobilidade reduzida e não têm instalações sanitárias para os utentes dos serviços”, referiu.

madruga5
visita à esquadra da PSP

Sara Madruga da costa visitou também as instalações do tribunal do Porto Santo e inteirou-se que desde o dia 10 de fevereiro não se realizam audiências no tribunal, por falta de juiz.

“A justiça não está a funcionar na sua plenitude no Porto Santo, é preciso um escrivão e um ajudante de direito. O edifício está a necessitar de obras de manutenção, tem problemas de falta de espaço para o arquivo e necessita de uma sala para as testemunhas e para os advogados. Acompanharei esta situação na Assembleia da República e questionarei a Srª Ministra da Justiça sobre este problema, solicitando a sua resolução”, comprometeu-se.

radar
Aqui será instalado o futuro radar meteorológico.

A deputada ainda teve tempo de visitar a esquadra da PSP do Porto Santo.

“Na Assembleia da República, já tive a oportunidade de questionar a Sr.ª Ministra da Administração Interna sobre as péssimas condições da esquadra da PSP do Porto Santo. Ontem tive a ocasião de conhecer in loco a realidade da esquadra. As condições de trabalho não são as melhores e os quartos de detenção, não oferecem as condições mínimas de higiene e dignidade humana aos detidos. Continuarei a acompanhar este dossier na A.R e a insistir com o Governo da República para a sua resolução”, prometeu.