Vistoria a odores de gás na Zona Franca será feita amanhã

canical-001

O Município de Machico anuncia que amanhã, pelas 14 horas, será feita uma vistoria “urgente” à Zona Franca da Madeira, com vista a apurar a causa de odores de gás que causaram múltiplas reclamações da população.

Refere um comunicado assinado pelo presidente da Câmara Municipal, Ricardo Franco, que no passado dia 3 de Fevereiro de 2016, a CMM recebeu um elevado número de reclamações (via telefone dos Bombeiros Municipais de Machico) referente a um forte cheiro a gás que estaria a ser libertado para a atmosfera, proveniente da Zona Franca da Madeira.

“Após reconhecimento ao local, verificou-se que efectivamente existia um forte odor na atmosfera e que estaria a ser libertado pelos trabalhos de remoção de tanques de uma empresa existente dentro da Zona Franca da Madeira”, refere.

Uma vez que não foi autorizado o acesso ao interior da Zona Franca da Madeira, por parte da Estrutura Municipal de Protecção Civil de Machico, que se encontrava no local, e pelo facto da SDM não ter reportado nada sobre os trabalhos em causa e a duração dos mesmos, o Município de Machico comunicou à DROTA (Direcção Regional do Ordenamento do Território e Ambiente) os factos atrás reportados.

Neste sentido, está agendada a realização de uma vistoria conjunta amanhã, 5 de Fevereiro de 2016, pelas 14:00 horas, à Zona Franca da Madeira, “por forma a verificar se estes odores serão ou não prejudiciais para a população local”.