Cerca de dois mil livros serão distribuídos pelas bibliotecas das escolas do 1.º ciclo do ensino básico

(*LC)

Foto: madeira.gov
Foto: madeira.gov

Cerca de dois mil livros, num investimento de aproximadamente 20 mil euros, serão distribuídos pelas bibliotecas das escolas do 1.º ciclo do ensino básico, no âmbito do apoio à educação literária.

Jorge Carvalho, Secretário Regional de Educação, esteve presente na cerimónia de distribuição simbólica dos livros e não escondeu a sua satisfação. «Estar num momento em que o livro é protagonista, é naturalmente gratificante para o responsável pela Educação» declarou, enfatizando a relevância das obras estarem incluídas no Plano Nacional de Leitura e de algumas delas serem de autores madeirenses. «Por esta via, valorizamos e promovemos aqueles que têm a coragem de transpor para a forma escrita os seus pensamentos», relevou ainda o responsável pela tutela, que salientou «a longevidade do livro».

«Ao contrário do que se poderia pensar há algum tempo, de que a era digital ameaçaria a existência deste amigo e companheiro, o livro é hoje um instrumento fundamental no nosso quotidiano, para as nossas crianças e jovens. O livro transporta-nos para momentos de reflexão, para imaginários e cenários fundamentais no nosso processo de crescimento e desenvolvimento. É através da leitura que nos consciencializamos do conhecimento e da importância do mesmo. Um livro nunca produz um saber instantâneo, produz um saber que a qualquer momento pode ser consultado».

Considerando que «os livros dão-nos um rumo», pois «podemos através deles perceber de onde vimos e para onde podemos caminhar», Jorge Carvalho deixou um repto aos alunos.

«Tive um professor de português que dizia: “livro que não é lido, é livro que não existe”. É uma grande verdade. O desafio que vos deixo é que dêem existência a estes livros.»

Fonte: madeira.gov