Mulheres protestam de forma inédita contra a violência doméstica

violencia não
Fotos Rui Marote

(*Com João Abel Torres) Um grupo de mulheres saíu hoje à rua para dizer que é preciso quebrar o silêncio e dizer “não” à violência doméstica.

Com a boca amordaçada por lenços brancos simbólicos, estas mulheres apresentaram um protesto inédito, da varanda da Câmara Municipal do Funchal, em que se destacava a deputada municipal Guida Vieira, que preside ainda à comissão para a igualdade.O apelo era forte: “Quebrar o silêncio”.

Uma forma diferente, que deu certamente nas vistas, de assinalar hoje o Dia Internacional para a Eliminação da Violência contra as Mulheres.

Neste Dia, tem circulado também pelo mundo uma imagem, com mulheres de várias raças, e uma palavra (BASTA!) que exorta todos a fazer parar a violência contra as mulheres, o que implica a mudança de comportamentos na casa de cada um.

violencia domes