A máquina que imprime pequenas histórias para ler enquanto espera

leitura 1
Fotos DR

(* Com João Abel Torres) / Ler ou ter o hábito da leitura não é uma prática generalizada como seria desejável. Recomendar a leitura, fazer palestras para incentivar a ler pouco adiantam. Em França surgiu uma ideia que pode ser replicada noutros países.

Segundo divulgou a “Notícias ao Minuto”, a editora Short Édition criou um aparelho que imprime pequenas histórias consoante o tempo que conta ficar à espera para ser atendido. Trata-se de um incentivo à recuperação dos hábitos literários que pode resultar nem que seja na altura em que os nossos telemóveis ficarem sem bateria.

A ideia surgiu quando o cofundador, Christophe Sibieude, estava com uns colegas junto a uma máquina de venda automática. “Dissemos para nós mesmos que conseguíamos fazer alguma coisa com literatura popular de boa qualidade para ocupar estes pequenos momentos nada produtivos”, contou o criador à agência France-Press.

A invenção, ainda em fase experimental, já está instalada em oito espaços públicos da região de Grenoble, especialmente em bibliotecas e pontos turísticos. As histórias, essas, foram escritas pelos membros da editora.