CDS insiste na comemoração do 25 de Novembro na Assembleia Regional

cds

O grupo parlamentar do CDS-PP deu esta manhã uma conferência de imprensa na qual defendeu que a sessão comemorativa do 25 de Novembro na Assembleia Legislativa Regional terá de se realizar, em virtude de existir uma Resolução, a 2496 de 19 de Dezembro, que está em vigor.

Os centristas não entendem como o PSD recusou, na semana passada, um requerimento do CDS para se comemorar esta data.

Como a Resolução não foi revogada, nem o será a tempo, o CDS-PP desafia o PSD a “comemorar a sessão solene que está prevista nesta Resolução, aprovada quase há 19 anos”.

Para o deputado Lopes da Fonseca, o 25 de Novembro é uma data histórica para a Madeira, pois “permitiu que tanto os Açores como a Madeira tivessem o seu processo democrático consolidado através da Autonomia”.

“Se não fosse o 25 de Novembro, o 25 de Abril teria desembocado numa ditadura comunista”, afirmou. E essa “ditadura comunista” não teria permitido a autonomia.

Para o CDS, há três datas importantes que devem ser comemoradas de forma solene na RAM: o 25 de Abril, o 25 de Novembro e o 1 de Julho (Dia da Região).