Três reféns morreram no hotel do Mali alvo de um sequestro por parte de um grupo jiadista

mali

|*Com AF|

Segundo o jornal Expresso, “grupo de assaltantes invadiu um hotel na capital Bamako e disparou tiros, fazendo reféns 140 hóspedes e 30 funcionários. Autoridades acreditam que os atacantes são jiadistas, que no assalto gritaram slogans islâmicos. Pelo menos três reféns já morreram. O “Le Monde” diz que dois reféns foram libertados, mas a AP refere que esse número é de 20”