Três pilotos portugueses na 62ª edição do Grande Prémio de Macau

(*Com LC)

Imagem: www.macau.grandprix.gov.mo
Imagem: www.macau.grandprix.gov.mo

 Neste  fim de semana vai ter lugar a 62ª edição do Grande Prémio de Macau. Esta prova é um dos maiores e mais antigos festivais de desporto automóvel do mundo, e o único grande evento internacional que junta na mesma pista provas de quatro e de duas rodas.

São três os pilotos portugueses que participam no 62.º Grande Prémio de Macau, a disputar no circuito da Guia, entre 19 e 22 de novembro, por 228 concorrentes, de um total de 31 países e territórios.

Um dos nomes confirmados pela Comissão do Grande Prémio de Macau é o do piloto Álvaro Parente, que vai participar na primeira Taça GT Mundial da Federação Internacional do Automóvel (FIA), pela FFF Racing Team da McLaren, a qual junta ainda o britânico William Buller e André Couto, também português, que corre tradicionalmente com as cores de Macau.

Já para o Grande Prémio de Motos, outra das quatro corridas principais, participam os portugueses Nuno Caetano (Kawasaki) e André Pires (Yamanha).

O Grande Prémio de Motos, que parte para a 49.ª edição, vai reunir 32 pilotos de 11 países e territórios, juntando nos 6,2 quilómetros do circuito quatro campeões de anos anteriores (o escocês Stuart Easton e os ingleses Ian Hutchinson, Michael Rutter e John McGuinness). O evento, com quase meio século, atrai a atenção do mundo, especialmente no que diz respeito aos fãs de corridas de motos de estrada Superbikes e aos pilotos.

Este ano, e como já se tornou hábito, a lista de inscritos apresenta um vasto conjunto de pilotos de Superbikes de cada canto do planeta, incluindo os melhores pilotos do campeonato European Road Racing.

O português André Pires estreou-se em Macau em 2013, com um bom resultado, sendo o melhor rookie. No ano passado, na equipa local, Team CF Racing32, o piloto também evidenciou boas habilidades, mas um acidente durante a sessão de qualificações danificou  a sua moto e a equipa não teve tempo suficiente para a reparar antes da corrida.

Desta vez, André Pires estará presente com a Team SBK/IncortCar com a nova Yamaha R1 M1 e certamente estará de olhos postos no top 10, assim como o seu conterrâneo Nuno Caetano.