Da rua para Belém: Edgar obedece ao Comité Central para acabar com as caixinhas

paixão 2
Ilustração José Alves

Edgar Silva começou de baixo, bem debaixo. Era o jovem sacerdote que defendia os meninos de Câmara de Lobos que empunhavam caixinhas a pedir esmolas. Depois, deixou a rua e o sacerdócio para militar no Partido Comunista Português onde permanece na sua chefia regional já lá vão duas décadas.

Hoje é candidato escolhido pelo Comité Central à Presidência da República. O que vem a seguir?