Qual a diferença entre um iogurte e o novo governo de Portugal?

PAIXÃO-3.11
Ilustração: José Alves

O Estepilha não quer ser impertinente. Mas não resiste a comparar o atual governo nacional, recém-empossado, à curta data de validade dos iogurtes.

Esta teimosia estratégica da fuga para a frente sairá certamente cara ao país. Correção: aos bolsos das minorias que é quem mais arcam com os impostos e com as consequências dos dislates dos seus governantes. De derroa em derrota até à queda final, ou como diz o anúncio, até expirar o prazo de validade.