Kiev, cidade de contrastes

Kiev ao anoitecer: esta é uma cidade que vai dormir e acorda de amarelo e azul, as cores da bandeira nacional
Kiev ao anoitecer: esta é uma cidade que vai dormir e acorda de amarelo e azul, as cores da bandeira nacional. É nos carros, nos prédios, nos eléctricos, nos souvenirs, nos carros da polícia…

Rui Marote, em Kiev, Ucrânia (fotos)

Como todas as grandes cidades, Kiev é um mundo de contrastes. Ainda mais razoável assim é tendo em vista as convulsões políticas e económicas bem conhecidas, pelas quais a Ucrânia passou recentemente, e cujas sequelas ainda hoje se fazem sentir.

wpid-fotografia.jpg
Monumento à Mãe Pátria

A objectiva do repórter fotográfico Rui Marote, qual olho atento, capta tudo. E as variações no pulsar da capital ucraniana, as vidas que se entrecruzam, a riqueza e a pobreza, a infância e a velhice, o amor e as consequências da guerra, estão realmente sempre presentes. E estabelecem toda uma paleta de cambiantes aos olhos de quem observa.

Um memorial "de encher o olho"
Um memorial “de encher o olho”

Desde a grandiosidade dos monumentos e dos memoriais à forte presença da religião ortodoxa na vida de todos os dias e na história da própria nação ucraniana, desde a opulência de quem ainda consegue viver bem à indigência daqueles que são obrigados a esperar em longas filas por uma simples refeição, desde os entusiásticos e tradicionais casamentos à simplicidade e candura daqueles que simplesmente namoram com romantismo e esperam o melhor para um futuro ainda complexo para a Ucrânia, muitos aspectos da vida em Kiev apresentam-se como contraditórios, causando alguma perplexidade ao viajante.

O romantismo dos casamentos tradicionais
O romantismo dos casamentos tradicionais…
ou a opulência...
ou a opulência…
A pobreza alastra pelas ruas, tal como um pouco por toda a Europa...
A pobreza alastra pelas ruas, tal como um pouco por toda a Europa…

Mas captar instantâneos da vida das urbes no estrangeiro é assim. É um olhar lançado em redor e que se enriquece com tanta coisa nova. E, por entre as dificuldades, consegue-se captar sempre um vislumbre de esperança.

...e o Inverno ainda nem chegou
…e o Inverno ainda nem chegou
Miséria...
Miséria…
Não falta quem tenha que estender a mão à caridade...
Não falta quem tenha que estender a mão à caridade…
As filas para a refeição diária multiplicam-se mesmo perto da Praça da Independência
As filas para a refeição diária multiplicam-se mesmo perto da Praça da Independência
...e a contrastar com isto está o Memorial da Eterna Glória...
…e a contrastar com isto está a grandeza do Memorial da Eterna Glória…
Ou o mosteiro Pecherska Lavra...
Ou o mosteiro Pecherska Lavra…
Ou o Memorial às vítimas de Holomodor...
Ou o Memorial às vítimas de Holomodor…
Ou ainda o mosteiro situado no jardim botânico...
Ou ainda o mosteiro situado no jardim botânico…