Navio-patrulha Cuanza rende Cacine

O Cacine voltou a Lisboa ontem, e será hoje rendido pelo Cuanza
O Cacine voltou a Lisboa ontem, e será hoje rendido pelo Cuanza

Chega hoje à Madeira o NRP Cuanza, para efectuar mais uma comissão de serviço integrado no dispositivo do Comando da Zona Marítima da Madeira. Permanecerá na Região até meados de Dezembro do corrente ano, informa o comandante da Zona Marítima da Madeira, o capitão-de-mar-e-guerra Félix Marques.

Durante esta missão, o navio estará empenhado no cumprimento de várias tarefas, nomeadamente no âmbito da busca e salvamento no mar, na fiscalização das pescas, no apoio ao Parque Natural da Madeira, no controlo da navegação, prevenção e combate à poluição marítima e em outras actividades em colaboração e apoio às entidades competentes.

Comandado pelo primeiro-tenente Amaral Pessoa, o NRP Cuanza pertence à classe Cacine. Foi construído nos Estaleiros Navais do Mondego e aumentado ao efectivo dos navios da Armada Portuguesa a 4 de Junho de 1970.

O Cuanza vem render o NRP Cacine, comandado pelo primeiro-tenente Dias de Oliveira, que largou ontem para Base Naval de Lisboa.