Relatório confirma que MH17 foi abatido por míssil de fabrico russo

A autoridade holandesa que investigou o abate do avião da Malaysia Airlines sobre a Ucrânia (voo MH17), no ano passado, concluiu que a aeronave foi atingida por um míssil do sistema russo Buk. A agência não tinha competência para identificar quem disparou o míssil, mas lançou duras críticas às autoridades ucranianas e às companhias aéreas por terem falhado na avaliação dos riscos que existiam naquela região.