PTP reclama Plano de Ordenamento da Orla Costeira

coelho porto Novo

A candidatura do PTP dedicou o dia de hoje a Santa Cruz, onde acusou o Governo Regional e a autarquia local de não estarem interessados na definição de um Plano de Ordenamento da Orla Costeira (POOC) com o objetivo de, alegadamente, beneficiar interesses imobiliários.

José Manuel Coelho deslocou-se à zona do Porto Novo e apontou como exemplo o empreendimento que lá se encontra embargado há vários anos. Segundo o candidato, a autarquia gerida por Filipe Sousa estará a providenciar o licenciamento do imóvel com o propósito de o entregar a uma instituição bancária, prejudicando o proprietário.

Para o candidato trabalhista a ausência de um POOC na Região tem criado um vazio legal, levando ao aparecimento de “elefantes brancos e imbróglios” na orla costeira, com prejuízos para os madeirenses e paisagem natural.

A candidatura do PTP esteve também em contactos com agricultores das zonas altas do concelho e pastores, de quem ouviu queixas e preocupações.

Foi também em Santa Cruz, na freguesia de Gaula, onde ocorreu um incidente com o material de campanha do PTP. Um cartaz de largas dimensões foi encontrado no fundo de uma ribeira, levando o cabeça de lista trabalhista a lamentar atitudes vingativas em tempo de campanha eleitoral.

A lista liderada por José Manuel Coelho estará amanhã, a partir das 11h00, junto ao Mercado dos Lavradores no Funchal para mais uma ação de campanha.