José Manuel Rodrigues pede mobilização do partido para o próximo combate eleitoral

jp
Foto DR.

O líder do CDS/PP Madeira convocou este domingo o partido para as eleições legislativas de 4 de outubro, lembrando o trabalho consistente que um único deputado pela Região tem feito na República, primeiro através do próprio José Manuel Rodrigues, que votou contra o Plano de Ajustamento, a subida de impostos e lutou, desde o início da liberalização dos transportes aéreos, por um teto no preço das passagens, e depois com Rui Barreto, que por duas vezes votou contra outros tantos orçamentos da República.

O líder centrista falava no encerramento do VIII Congresso Regional da Juventude Popular (JP), que este fim-de-semana elegeu Wilson Rodrigues para a liderança dos jovens democratas-cristãos, sucedendo a Luísa Gouveia.

WILSON RODRIGUES ELEITO POR 95% DOS CONGRESSISTAS

wilson rodriguesO novo presidente da JP foi eleito por 95% dos congressistas e deu expressão ao título da moção “Olhar o Presente, Planear o Futuro”, ao convidar o seu adversário na corrida, Roberto Silva, para a vice-presidência da Comissão Política da JP – cargo que aceitou.

O gesto do eleito presidente foi referido por José Manuel Rodrigues como uma “lição de humildade para outras organizações de juventude e mesmo para partidos com grupos parlamentares” na ALM.

José Manuel Rodrigues ouviu Wilson Rodrigues garantir que a “JP será o braço direito” do CDS/PP Madeira, tendo o jovem líder lembrado à plateia que educação, empreendedorismo, turismo, agricultura e pescas são temas para trabalhar nos próximos três anos, porque “temos que saber dar respostas e soluções aos jovens” e fazer com que a “emigração seja uma opção e não uma obrigação”, disse.

NOVO HOSPITAL COMO CAUSA PARA MANDATO EM S. BENTO

Depois das passagens aéreas e do voto contra os orçamentos que prejudicaram a Região, entre outras matérias de interesse regional, Rodrigues assumiu que a próxima grande causa do futuro deputado do CDS Madeira na Assembleia da República é a construção do novo hospital, e por isso alertou para a necessidade de a Região manter essa “voz forte” que não abdica de defender os interesses da Madeira e do Porto Santo, merecendo por isso o voto no dia 4 de outubro.

Miguel Pires da Silva, líder nacional da JP, veio ao Funchal congratular a vitalidade da JP Madeira e reforçar a importância de José Manuel Rodrigues ser eleito deputado à Assembleia da República.