Ruas vestem-se de flores com hotéis lotados de turistas

SONY DSC
Montagem da exposição da flor. FOTOS: Rui Marote

A azáfama é grande no Largo da Restauração. Corta o caule, polvilha de água fresca a as rosas encarnadas, ajeita as pétalas acolá… O pessoal da Secretaria Regional do Ambiente e Recursos Naturais, em articulação com o Turismo, prepara a todo o transe a 60.ª Exposição da Festa da Flor. Dá-se os últimos retoques, ante o olhar embevecido de madeirenses e turistas perante tão graciosos e improvisados jardins, no centro da cidade.

A ideia é justamente essa: transformar a cidade, por alguns dias, numa primavera florida para turista ver e voltar sempre. É das melhores promoções da terra. Aliás, não é por acaso que os hotéis registam agora uma enchente por conta do cartaz turístico da Festa da Flor. Alguns “tiram mesmo a barriga da miséria” nestes tempos primaveris fartos de turismo a também dinamizar a economia regional.

Nas tradicionais Placas Centrais da Avenida Arriaga, a imaginação não tem freio: a calçada dá lugar a belíssimos tapetes florais, unidos ao tema “Madeira, Primavera Florida”. De 16 a 22 de abril, a Madeira respira o ar perfumado das suas e de outras flores que aqui chegam para embelezar este cartaz turístico.

SONY DSC
Não há tempo a perder porque as rosas não podem esperar…

O ponto alto das festas reside no cortejo alegórico da flor, no próximo domingo, a partir das 16 horas, onde uma multidão de entusiastas fazem-se desfilar com as mais belas e coloridas flores, fazendo os encantos dos turistas. Antes disso, a mostra da flor é sempre um convite aos amantes das plantas que gostam de apreciar a beleza e exotismo das várias espécies, oriundas de Portugal e do exterior.

A hotelaria e o comércio ganham alguma folga financeira com este cartaz e os passageiros dos navios de cruzeiro que diariamente desembarcam no Funchal, neste mês farto de paquetes no porto, também não deixam de ficar rendidos à beleza do evento.