Uma numeração romana que baralha!

Untitled-2
FOTO: Rui Marote

Os adolescentes que passam no largo da Sé e olham para o majestático relógio do nosso monumento nacional ficam confusos. Eles, que ainda recordam a numeração romana básica, estacam no algarismo 4, à espera de ver IV, mas o mostrador da Sé Catedral regista IIII. Erro não será certamente, mas o 4 em numeração romana não se escreve assim, interroga-se a malta mais jovem. Relógios e números de outros tempos que, curiosamente, não passam despercebidos ao olhar crítico dos jovens.