PTP diz que só Albuquerque se sente seguro no Funchal

foto arquivo
O presidente do PTP, Quintino Costa, considera em que comunicado que o presidente do GR, Miguel ‪Albuquerque, “continua a negar a falta de segurança na Região e em particular no Funchal, é o único cidadão que se sente seguro”.
“Albuquerque tem todas as razões para se sentir seguro rodeado de polícia e segurança privada, deslocando-se com motorista no conforto dos carros pretos, isolado e indiferente ao que se passa no dia-a-dia da população geral”, criticam os trabalhistas.

“A Quinta Vigia assim como a sua casa particular estão seguras com força de segurança em serviço 24h. O património e a segurança pessoal do Dr. Miguel Albuquerque não estão em perigo, o corpo de segurança pessoal da PSP assegura que nada lhe acontecerá. Todos os dias há novas notícias de crime, insegurança, perda de bens e vidas, proporcionais à degradação da sociedade madeirense, reflexo das políticas do governo o qual encabeça”, aponta o PTP.

“Se o presidente do governo entende que a Região é segura e que os seus concidadãos estão a exagerar no sentimento de medo, se continua a entender que é tudo psicológico, se as declarações do senhor presidente a este respeito foram feitas com lucidez e consciência, então deve o senhor presidente abdicar da segurança pessoal, pois é desnecessário”, ironiza Quintino Costa.

“De que tem medo senhor presidente, não precisa de polícia a tempo inteiro para se sentir seguro. Senhor presidente, cautela nas palavras e nos seus actos alienados da realidade, que contribuem para a insegurança da nossa terra, nem todos vivem na bolha de segurança e privilégio de sua excelência”, recomenda o PTP.

“Numa Região segura, famosa, galardoada, procurada pelo turismo e qualidade de vida, é impensável o crescimento do crime e insegurança, indigência e dificuldades económicas das famílias cada vez mais agravados”.