Continuam os abusos e insegurança no centro do Funchal

Foto Rui Marote (arquivo)

Continuam a insegurança e os abusos perpetrados por indivíduos drogados e álcoólatras no centro do Funchal. Em pleno dia, o FN testemunhou precisamente isso ainda esta tarde. Indivíduos desocupados que dão mau nome aos verdadeiros sem-abrigo intimidam, na Rua do Bom Jesus, transeuntes e comerciantes. O estado de embriaguez ou toxicodependência fá-los endurecer o discurso quando alguém não quer dar a solicitada “esmola”.

Ainda hoje, o indivíduo visível na foto, conhecido pelo “asa delta” ou outros nomes similares, e que já protagonizou escândalos no Centro Comercial Europa, incluindo despir-se em público e atirar objectos pelo ar (ver link https://funchalnoticias.net/2021/04/01/sem-abrigo-da-escandalo-e-quase-parte-montra-no-centro-europa/) resolveu ser boa ideia incomodar as pessoas com pedidos insistentes de esmola. Acabou mesmo por dizer “vais dar-me dois euros, e é para eu não me chatear”, de forma taxativa, entre outras ameaças e impropérios. E isto em plena luz do dia. Em outras circunstâncias, do pedido ao assalto ou violência, vai pouca distância, já se vê.

Estas proezas são partilhadas por outros indivíduos similares, sendo este, porém, um dos mais notórios, dado que se permite ameaçar, intimidar e insultar pessoas em pleno dia, usando a “cara de mau” e a musculatura como forma de coação. A sua presença também é useira e vezeira na Praça do Carmo, onde se dirige muitas vezes de forma grosseira e agressiva aos passantes, inclusive até a raparigas.