Comemora-se a 29 de Setembro o Dia Mundial do Coração

Trata-se de uma iniciativa dinamizada pela Federação Mundial do Coração, organização que lidera a luta contra a doença cardíaca e o AVC (Acidente Vascular Cerebral) e, reúne a força de sociedades e fundações de cardiologia, em torno de um objectivo comum: a redução da mortalidade prematura por doença cardiovascular.

No Mundo, em Portugal e na Região Autónoma da Madeira, as doenças cardiovasculares são a principal causa de mortalidade. A evidência científica demonstra que mudanças nos estilos de vida podem fazer a diferença na redução desta mortalidade.

Neste contexto, no ano de 2022, o lema do Dia Mundial do Coração é “Use o coração para cada coração”, dando relevo ao significado simbólico do coração.

O desafio é tomar as decisões certas, em relação ao seu estilo de vida e ao ambiente que o rodeia. Agir com coragem e generosidade. Ajudar os outros a fazer estas mudanças. E envolver-se com esta causa.

Reconhecendo o enorme coração que caracteriza o nosso povo, a Direcção Regional da Saúde associa-se a este movimento e lança o desafio à nossa população:

Cuide-se! Faça-o de coração, para o seu coração e para o coração de todos!

A Direção Regional da Saúde relembra ainda alguns cuidados:

• Reduza o sal de adição na alimentação diária;

• Evite alimentos processados e pré-cozinhados, pois são ricos em sal e açúcar;

• Opte por beber água ao longo do dia. Refrigerantes e sumos são sempre açucaradas;

• Escolha fruta fresca quando quiser consumir algo doce;

• Consuma 5 porções de vegetais e fruta ao longo do dia;

• Prepare lanches saudáveis para levar para a escola ou para o trabalho;

• Evite o consumo de bebidas alcoólicas;

• Inicie uma prática de exercício de intensidade moderada e defina metas progressivas (até atingir, por exemplo, 10.000 passos por dia ou 30 minutos/dia, 3 a 5 dias por semana);

• Seja fisicamente activo, aproveitando, por exemplo, pequenas deslocações para o trabalho e actividades em família;

• Não fume. Fumar é um dos principais factores de risco para a doença cardíaca, afectando o fumador, os que o rodeiam e todo o ambiente.

• Evite todo o tipo de poluição.  Toda a poluição acumula-se e isso resulta em risco para a saúde do ambiente e de todos!