Conservatório anuncia os vencedores da 1.ª edição do Prémio Jovens Talentos

A 1.ª edição do Prémio Jovens Talentos do Conservatório tem «como missão intensificar as ligações com a geração mais nova que se formou no Conservatório e significa um voto de confiança na sua qualidade, além de lançar um desafio no sentido de lhes possibilitar uma contribuição ativa, em prol da melhoria da atividade artística, pedagógica e científica da Região».

Em comunicado, o Conservatório informa que «ao longo dos mais de 75 anos da sua atividade pedagógica e artística, (…) tem acolhido e formado com sucesso milhares de jovens. Além de ter cumprido com a sua missão de formar cidadãos para as artes, sobretudo no âmbito da música, o êxito da sua atividade é testemunhado pelo facto de muitos dos ex-alunos do Conservatório terem regressado à sua casa-mãe como excelentes professores e outros terem continuado a sua atividade artística e pedagógica, no continente e no estrangeiro, com resultados assinaláveis.»

«Assim, num sentido mais lato, a comunidade educativa da escola abrange igualmente todos os seus ex-alunos, dos quais a escola tanto se orgulha. Cumprindo com o objetivo de reforçar os laços com os seus ex-alunos, e também o de incentivar a excelência entre aqueles que ainda se encontram no final do seu percurso educativo no Conservatório, esta escola decidiu promover um concurso destinado especificamente a eles.»

Segundo os responsáveis, «o Prémio Jovens Talentos do Conservatório conta com a parceria da Orquestra Clássica da Madeira, que programará um concerto com um dos laureados da categoria interpretação, na Temporada 2022-2023. Na categoria composição, a Orquestra Clássica da Madeira selecionará uma obra orquestral para incluir num dos seus programas.

O júri do concurso foi constituído nesta primeira edição por Carlos Gonçalves, Rui Miguel Rodrigues, Norberto Gomes, Robert Andres e Francisco Loreto, tendo decidido os seguintes premiados.»

 

LISTA DOS PREMIADOS

Categoria Interpretação

1.º Prémio no valor de 1200 €: Rafael António Pliousnin Kyrychenko (O vencedor da categoria interpretação executará ainda uma obra concertante com a Orquestra Clássica da Madeira, num concerto previsto para o dia 6 de maio, no Teatro Municipal Baltazar Dias, incluído na Temporada 2022-23. O Concerto será dirigido pelo maestro madeirense Luís Andrade.)

2.º prémio no valor de 600 €: Daniel Bolba

3.º prémio no valor de 300 €: Emídio André da Silva Costa

 

Categoria Composição

1.º Prémio no valor de 1200 €: Daniel Perzhan (O vencedor da categoria composição verá ainda a sua obra a concurso incluída num programa de concerto da Orquestra Clássica da Madeira, previsto para o dia 6 de maio, no Teatro Municipal Baltazar Dias, incluído na Temporada 2022-23. O Concerto será dirigido pelo maestro madeirense Luís Andrade.)

2.º prémio no valor de 600 €: Afonso Tomás Rodrigues Martins

O 2.º Prémio da categoria composição verá ainda a sua obra a concurso incluída num programa de concerto da Orquestra Clássica da Madeira, em data a definir.

Os Prémios serão entregues no dia 28 de outubro de 2022, no âmbito da Gala do Conservatório, que decorrerá no Auditório do Centro de Congressos da Madeira (Casino).