Câmara Municipal do Funchal apoia empresários com 500 mil euros

Foto André Gonçalves

As candidaturas a fundo perdido para os novos incentivos financeiros – 250 mil euros cada – designados “Alavancar” e “Re-Abrir” já estão abertas.

Ontem, a Câmara Municipal do Funchal promoveu uma sessão pública para esclarecer os empresários sobre os novos apoios municipais para o comércio, a restauração e os serviços.

A apresentação foi feita pelo presidente e pela vice-presidente da CMF, Pedro Calado e Cristina Pedra, respetivamente.

Pedro Calado explicou que o “Alavancar” destina-se a apoiar os estabelecimentos de comércio e de restauração de todo o concelho do Funchal. O incentivo, pode chegar até 80% a fundo perdido, através da majoração de 10% para quem abra durante os sábados, e em 20% para os estabelecimentos que abram sábado e domingo.  O limite total de apoio atinge 10.000 euros das despesas elegíveis. “A autarquia quer uma cidade dinâmica e com vida ao fim de semana”, defendeu.

Já em relação ao “Re-Abrir”, destinado ao comércio local, aos serviços e à restauração, Pedro Calado referiu tratar-se de  um mecanismo de apoio, não reembolsável, concebido pela primeira vez, que  determina a comparticipação de 50% do valor da renda do espaço, até o limite de 375 euros com uma duração de 6 meses, e a entrega de um “Prémio” mediante a apresentação dos comprovativos de despesas de requalificação e modernização do espaço, no valor mínimo de 1.000 euros.  Estes valores apresentados poderão ser majorados em 10%, no caso de negócios que comprovadamente criem postos de trabalho líquidos de, pelo menos, 1 colaborador, e de 15%, no caso de se tratar de novos negócios que revitalizem o núcleo histórico do Funchal.

Segundo, o presidente este apoio “permite aos estabelecimentos que tiveram de encerrar durante a pandemia, possam reabrir, sublinhando que, “queremos é evitar que estabelecimentos comerciais no concelho do Funchal estejam de portas fechadas.

As candidaturas podem ser efetuadas  através do site www.funchal.pt, preencher o formulário eletrónico e submeter os documentos necessários para o email do Balcão do Investidor, balcao.investidor@funchal.pt.

Pedro Calado sublinha que as candidaturas são muito “fáceis” de analisar e “rápidas”. Até final do ano, “nós queremos pagar e esgotar  estes montantes aos empresários”. O presidente da autarquia estima que para cada uma das linhas, os incentivos cheguem entre 40 e 50 empresas. Pedro Calado  garantiu que que se houver muita procura e necessidade, a autarquia irá reforçar os apoios.