Rita Andrade: “Casa do Povo de Santo António da Serra soube estar à altura dos desafios que foram colocados”

Foto DR

A direção da Casa do Povo de Santo António da Serra, liderada por Adriana Marques, volta a estar à frente dos destinos da instituição, três anos depois.

Ontem, decorreu a tomada de posse dos órgãos sociais, uma cerimónia que contou com a presença da Secretária Regional de Inclusão e Cidadania, Rita Andrade, em representação do Presidente do Governo Regional.

Segundo a governante, trata-se de “uma direção de continuidade, a quem já tive o prazer de dar posse há 3 anos”, afirmando que “as renovações de mandato são um ato de confiança de quem elege”. Por esse motivo, a Secretária Regional com a tutela do Desenvolvimento Local endereçou os parabéns à instituição pelo “excelente trabalho protagonizado nos últimos 3 anos, que foram anos atípicos, pois são os tempos difíceis que nos põem à prova, e esta Casa do Povo soube estar à altura dos desafios que foram colocados em tempos de pandemia”.

Rita Andrade lançou ainda o desafio à instituição de se equiparar a Instituição Particular de Solidariedade Social, para que “em conjunto, possamos refletir sobre novas repostas e novos projetos. O Governo Regional está sempre de portas abertas para vos receber, e é neste trabalho em rede, que crescemos juntos pelo bem estar da nossa população. Sentimos e reconhecemos esse trabalho que fazem a muitos níveis, e é nesta senda de trabalho em parceria que pretendemos continuar”.

Por último, a Secretária Regional endereçou uma palavra de apreço aos mais jovens alunos da Casa do Povo, nomeadamente do grupo de cordofones, “A caçoar”, que atuaram no final da tomada de posse.

“As Casas do Povo são tão ricas a nível de cultura musical, criam músicos de excelência, que hoje atuam nas mais diversas orquestras e grupos corais da região, com tanta qualidade. Em nome do Governo Regional, felicito-vos pelo vosso empenho, dedicação e entrega e faço votos para que sejam mais três anos plenos de sucesso”, concluiu.