Saúde assinala Dia Mundial das Hepatites esta segunda-feira 

 

No âmbito das Comemorações do Dia Mundial das Hepatites, a Secretaria Regional de Saúde e Proteção Civil,  através do Serviço Regional de Saúde, (Serviços de Gastroenterologia e Infeciologia), promove na próxima segunda-feira, dia 25 de julho, entre as 10 e as 13 horas, rastreios dirigidos à população, na Avenida Arriaga, Largo D. Manuel (próximo da igreja da Sé), no Funchal.

Na RAM a efeméride será assinalada através da realização de rastreios à hepatite C e ao grau de fibrose e esteatose (gordura) no fígado.

Os rastreios são gratuitos e destinam-se à população em geral, com idades entre os 18 e os 70 anos.

À população interessada em realizar o rastreio ao grau de fibrose e esteatose (gordura) no fígado, é recomendado 4 horas de jejum antes do rastreio. Esta recomendação não se aplica ao rastreio da hepatite C.

A Secretaria Regional de Saúde e Proteção Civil associa-se à iniciativa nacional para assinalar a data, dia Mundial das Hepatites. Neste âmbito, ao longo de quatro dias, diversas regiões do país promovem um conjunto de iniciativas que visam aumentar a consciencialização sobre as hepatites virais e influenciar alterações nos hábitos de vida. Assim, a efeméride será assinalada no 25 de julho na Madeira, no dia 26 no Porto, no dia 27 em Coimbra e no dia 28 em Lisboa.

Recorde-se que desde 2019 a Madeira integra o programa FOCUS, o maior programa de saúde com o objetivo de eliminar a hepatite C na Madeira. A implementação do programa FOCUS, financiado pela empresa biofarmacêutica Gilead Sciences, promete influir decisivamente no rastreio do vírus da imunodeficiência humana (VIH) bem como das hepatites virais na região, uma vez que permitirá reduzir o tempo entre o rastreio, o diagnóstico e o tratamento, respondendo a diversas recomendações internacionais, designadamente da OMS.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) definiu para todos os países o objetivo de erradicar a hepatite C como problema de saúde pública até 2030. Um objetivo que a Madeira irá alcançar antes desta data.

Importa sublinhar que o SESARAM foi pioneiro ao ter sido o primeiro hospital português público distinguido com uma bolsa de financiamento internacional que permitiu implementar um rastreio de oportunidade a todos os doentes internados no Hospital Dr. Nélio Mendonça e Hospital dos Marmeleiros e nas populações de risco (estabelecimento prisional, toxicodependentes).

O secretário regional de Saúde e Proteção  Civil, Pedro Ramos, participa nesta atividade, no dia 25 de julho, pelas 12h:00, no Largo D. Manuel (próximo da igreja da Sé), no Funchal.