Exposição «Tetrapoda: origem e evolução» inaugurada amanhã

Esta quinta-feira, dia 21 de julho, pelas 18 horas, terá lugar, na Galeria do Museu de Arte Contemporânea da Madeira (MUDAS) e no Museu de História Natural do Funchal, a abertura do conjunto de exposições com o título «Tetrapoda: Origem e Evolução» que integram o projeto artístico de Ricardo Barbeito. A segunda parte do projeto abre ao público a 28 de julho, no Museu de História Natural do Funchal.

A apresentação quase simultânea destas duas mostras decorre de uma parceira estabelecida entre o MUDAS.Museu e o Museu de História Natural do Funchal, e integra o programa das comemorações dos trinta anos da Fundação do Museu de Arte Contemporânea que decorre desde janeiro de 2022 e se estenderá até dezembro de 2023.

As duas exposições, que contam com a curadoria de Márcia de Sousa e a colaboração especial, em jeito de performance, de Carlos Valente, resultam de um projeto de residência artística que teve lugar nos dois últimos meses no MUDAS.Museu. Em «Tetrapoda: Origem e Evolução», Ricardo Barbeito propõe através um ensaio visual em contexto site-specific, um exercício de reflexão crítica, especulativa que tem como ponto de partida a aluvião de 20 de fevereiro de 2010.

Ricardo Barbeito nasceu no Funchal em 1979, sendo que atualmente vive e trabalha em Lisboa. É licenciado em Artes Plásticas pela Universidade da Madeira, e possui um mestrado em Arte e Património: no contemporâneo e atual, no âmbito do qual apresentou o projeto de arte pública efémera «A Bilhardice: projeto de intervenção estético-artística para a cidade do Funchal», onde a arte surge como possibilidade de mudança no espaço público e o público como fator de mudança no espaço da arte. Apresenta o seu trabalho artístico regularmente, em coletivo ou a título individual, desde 2004.

«Tetrapoda: Origem e Evolução» é uma organização da Secretaria Regional de Turismo e Cultura / Direção Regional da Cultura através do Museu de Arte Contemporânea da Madeira e resulta do esforço conjunto de várias instituições e empresas (Câmara Municipal da Calheta, Câmara Municipal Funchal através do Museu de História Natural do Funchal e do Grupo AFA). Estará patente até 29 de outubro de 2022.