Teatro Municipal na primeira conferência da rede Teatros e CineTeatros

No Teatro-Cine de Torres Vedras, decorreu hoje a primeira conferência da Rede Teatros e CineTeatros Portugueses “Actuar em Rede: Desafios e Estratégias”, organizado pela DGARTES. Esta Rede foi criada para combater as assimetrias regionais e para fomentar a coesão territorial no acesso à cultura e às artes em Portugal e assenta na descentralização e na responsabilidade partilhada do Estado central com as autarquias e as entidades independentes, refere uma nota. 

Esta foi a  primeira conferência dedicada à Rede, visando reflectir sobre o projecto e debater boas práticas. O encontro juntou programadores, produtores e autarcas, além do ministro da Cultura, Pedro Adão e Eva, e do director-geral das Artes.

Entre os convidados esteve Sandra Nóbrega, directora do Teatro Municipal Baltazar Dias, que abordou o tema “Territórios Públicos.”

Na oportunidade, foram dados alguns exemplos de como a Câmara Municipal do Funchal tem criado oportunidades culturais para diferentes comunidades, permitindo uma experimentação artística no Teatro Municipal, promovendo ainda novas formas de exploração e descoberta do território e cruzamento de públicos.

Exemplo disso, refere-se, é o projecto Tampa & Camachofones, financiado pela Câmara Municipal do Funchal, onde o grupo de músicos realizou, semanalmente, ensaios no Centro de Reabilitação da Sagrada Família junto dos utentes da instituição.

Além das aulas, foram criados instrumentos musicais, realizados ensaios abertos e também dois espectáculos com público.

Este evento, foi uma oportunidade para uma reflexão em torno das políticas públicas para a cultura, bem como, as  missões dos equipamentos culturais, incluindo as dos Teatros Municipais, e a sua necessária evolução, no sentido de aumentar e melhorar qualitativamente as interacções com os cidadãos.