José Prada defende compromisso pela Madeira no congresso nacional do PSD

“Desta nova Direção, esperamos um compromisso muito claro pelas causas da Madeira e pela defesa intransigente daquele que é o interesse superior da nossa Região junto da República e podem contar connosco e com o nosso contributo para ajudarmos a mudar Portugal” afirmou, esta tarde, o Secretário-geral do PSD/Madeira, José Prada, na sua intervenção durante o Congresso Nacional do PSD, que decorre na cidade do Porto.

Uma intervenção em que o Secretário-geral fez questão de sublinhar a necessidade do PSD afirmar-se enquanto alternativa de poder a um País que, governado pelo PS, caminha, aos poucos, para o abismo. Um País que,  conforme frisou, “não é o País que os Portugueses precisam, não garante qualquer caminho nem esperança para as novas gerações, não assegura a realização de quem trabalha, nem tampouco o cuidado aos mais idosos”.

“O PS não é uma solução nem no presente nem, muito menos, de futuro e compete a cada um de nós mudar esta realidade”, vincou José Prada, defendendo, a este propósito, a maior valorização dos Militantes e a necessária renovação de novos quadros.

“Seja aqui no continente, na Madeira ou nos Açores, os nossos Militantes e cada uma das nossas estruturas, precisam de sentir-se envolvidos no projeto, até porque sem os nossos Militantes nada somos”, disse.

José Prada que, também na sua intervenção, lembrou que, desde 2019 e sob a liderança de Miguel Albuquerque, são já 5 as vitórias consecutivas do PSD/Madeira, tendo reiterado que o Partido está já a trabalhar para alcançar a próxima vitória em 2023.