Comissão Organizadora do Congresso do PS Madeira rejeita “críticas descabidas”

A Comissão Organizadora do Congresso (COC) do PS Madeira não recebeu, até ao momento, qualquer candidatura à liderança do partido, pelo que não fazem sentido as críticas e um assacar de responsabilidades descabido ao partido sobre o apoio, ou falta dele, a quem demonstrou a intenção de se candidatar no próximo acto eleitoral interno, refere Sérgio Abreu, presidente da Comissão Organizadora do XX Congresso, num comunicado de imprensa.

“Em qualquer processo eleitoral, só é candidato quem formaliza essa intenção no cumprimento de um processo democrático e estatutário”, explica.

Assim, os militantes que entendam candidatar-se à liderança do partido, deverão proceder com a recolha de apoio e respectivas assinaturas, e com a elaboração da sua moção global que servirá de base para a sua linha programática para que seja submetida a sufrágio. Este processo é da responsabilidade única e exclusiva das candidaturas.

Os militantes do PS têm o dever de respeitar, cumprir e fazer cumprir os estatutos e seus regulamentos, bem como as decisões e deliberações dos órgãos, refere o comunicado.

A Comissão Regional, órgão máximo entre congressos, aprovou, no passado dia 22 de Novembro, a data e local do XX Congresso Regional do PS-Madeira, que se realizará nos dias 12 e 13 de Março de 2022, no Funchal.

“Numa nota mais pessoal, entendo que a criação contínua de não-factos não contribui para o bom esclarecimento dos militantes e simpatizantes do PS-Madeira”, conclui Sérgio Abreu.