GNR detém na Calheta foragido à justiça por tráfico de seres humanos

O Comando Territorial da Madeira da Guarda Nacional Republicana, através da Secção de Informações e Investigação Criminal (SIIC) da Madeira, ontem, refere que ontem, dia 12 de Outubro, deteve um homem de 27 anos, um foragido à justiça, nesta ilha.

“No âmbito de uma denúncia a dar conta da presença do suspeito num estabelecimento comercial na freguesia da Calheta, os militares da Guarda encetaram diligências policiais e, com recurso aos mecanismos de cooperação internacional, apuraram a existência de um mandado de detenção europeu por crimes de tráfico de seres humanos e auxílio à imigração ilegal que pendia sob o indivíduo”, refere a GNR.

No decorrer da acção o homem foi detido, e os factos foram comunicados ao Tribunal da Relação de Lisboa.

O suspeito foi encaminhado para o Estabelecimento Prisional do Funchal.