Iniciativa Liberal propõe transformar Aldeia do Padre Américo em Escola de Jardinagem

A Iniciativa Liberal tem sempre em conta a melhor gestão de recursos de modo a maximizar os resultados.

O partido detesta o desperdício e pensa as coisas sempre com a perspectiva da utilidade.

Na Camacha, mais concretamente no Vale Paraíso, existe uma quinta madeirense com o mesmo nome, que está a cargo da Aldeia do Padre Américo. Ao que informaram já lá não está ninguém há algum tempo. O edifício e a sua envolvência pertencem à Diocese.

É um espaço maravilhoso, carregado de frondosas árvores onde se consegue encontrar sobreiros, castanheiros e uma miríade de árvores de grande porte. O conjunto do espaço e da sua casa tem um valor imensurável. Uma estrutura fantástica que existe no concelho de Santa Cruz que pouca ou nenhuma utilidade tem.

Se os santa-cruzenses confiarem os destinos do concelho de Santa Cruz à IL, um dos projectos passa por estabelecer um protocolo com a Diocese, procurando também o apoio do GR, no sentido de neste espaço nascer uma Escola de Jardinagem e de Formação de Técnicos Arboristas.

Foi recentemente aprovada na Assembleia da República a Lei n.º 59/2021 que cria o Regime Jurídico de Gestão do Arvoredo Urbano. As Câmaras Municipais e o património arbóreo do Estado ficarão comprometidos com um guia de boas práticas que define normas em operações como podas, transplantes e abates, bem como obrigando ainda a uma selecção de espécies adequada a cada área geográfica. É assim importantíssimo que formemos quadros nesta área.

O que a IL pretende é uma escola modelar como as que há no Reino Unido, onde poderíamos ir beber modelos de estruturação e de gestão.

Aqui caberia de tudo, desde aquele que procurasse uma solução profissional para o seu futuro, jardineiros, como aquele que quisesse ter conhecimentos suficientes para cuidar do jardim e das árvores da sua casa.

O espaço envolvente seria uma escola prática e viva que poderia ser usufruída por todos os que quisessem visitar o espaço e dele fruir.