Monárquicos afirmam ser a solução de que o Funchal precisa

O PPM emitiu, hoje, dia do feriado municipal do Funchal, um comunicado no qual refere que as eleições autárquicas já estão à porta, havendo duas grandes candidaturas que se “gladeiam” (sic) entre si “para ver quem entra ou quem fica no “poleiro” da governação” da cidade.

“O que nós PPM dizemos hoje é que, se há uns que em oito anos nada fizeram para que a nossa cidade do Funchal seja uma cidade limpa, segura e próspera a nível das grandes capitais da Europa, outros em mais de 20 anos que estiveram à frente dos destinos da cidade, deixaram uma dívida de cem milhões de euros sem deixar obra feita e ainda perguntam qual o problema de terem endividado os cofres da Câmara Municipal”, refere uma nota às Redacções.

O PPM considera que o actual executivo “nestes oito anos tem espezinhado e maltratado os seus funcionários, congelando carreiras e vencimentos”, e “vem agora e como se a entrega de umas medalhas aos funcionários neste dia da cidade, fosse a panaceia para a solução de todos os funcionários do Município”.

Os monárquicos dizem que os funchalenses “não precisam das promessas já mais que desgastadas do PS e PSD, o que a nossa cidade precisa é de um executivo que trabalhe em prol da cidade”. E esse executivo, claro, é a candidatura “Um Novo Rumo”, que o PPM integra.