Estepilha: acabaram-se os cruzeiros do “World Voyager”, como profetizámos

Rui Marote
Diz-se que, de muitas maneiras, Deus falou aos homens no passado através dos profetas. Também o Estepilha, a 6 de Junho e não querendo ser profeta da desgraça, “profetizou” que estes cruzeiros do “World Voyager” estavam condenados à partida. Aquando da visita à construção da nova gare no cais 6, interpelámos o vice-presidente, que anunciava a retoma dos cruzeiros para Outubro deste ano.
O navio “World Voyager” só efectuava mais duas viagens. Nessa altura o mercado alemão ainda não tinha colocado Portugal na linha vermelha. O navio tinha previsto no seu itinerário o Porto Santo e as Desertas, mas só o fez na primeira viagem.
Anunciamos que efectua hoje a última escala no Porto do Funchal, com saída prevista para as 22 horas. Recordamos ainda que na primeira viagem o navio permaneceu três dias na Madeira e na segunda dois dias, hoje são 15 horas.
Os planos do empresário são cheios de boas intenções, mas quando a esmola é muita o pobre desconfia. A pandemia e o mercado nacional não aderiram a esta iniciativa a preços só de alemão.
Só nos resta dizer até já…
Voltamos à carga: temos de deixar de lado a ideia de que somos a melhor ilha do Mundo, metermo-nos no avião e ir a uma conversa olhos nos olhos  com os nossos “hermanos” canários, parceiros das RUP .
A continuar assim é melhor esperarmos deitados pela retoma dos cruzeiros, porque sentados não dá, Estepilha.