Albuquerque entusiasmado com Centro de Investigação do Cancro na RAM

O presidente do Governo Regional, Miguel Albuquerque, salientou a importância do dia de hoje na “investigação científica, de cooperação e de desenvolvimento daquilo que é a busca para o nosso progresso e o nosso desenvolvimento integral”. Declarações prestadas na manhã de hoje no salão nobre do edifício do Governo na Avenida Zarco, aquando da celebração do protocolo que criou o Centro Internacional de Investigação do Cancro e Doenças Prevalentes da Madeira (CICDPMADEIRA), uma estrutura que reúne, em parceria, a Secretaria Regional da Saúde (através do SESARAM), o Instituto de Patologia e Imunologia Molecular da Universidade do Porto e a Universidade da Madeira.
Presente na ocasião esteve o prestigiado médico e cientista Sobrinho Simões.
Albuquerque exaltou as qualidades de Sobrinho Simões, também presidente do conselho de administração do dito instituto sediado no Porto.
Por outro lado, considerou o que hoje foi feito como uma verdadeira “sementeira para o futuro”, afirmando ser “um imperativo ético e moral da nossa parte”, investir no futuro e nas novas gerações.
Aproveitou ainda para salientar a relevância dos profissionais de Saúde da Região e da Universidade da Madeira, “que começou como a mais desprezada de Portugal, era o “patinho feito”, mas que agora está a desabrochar num belo cisne”, afirmou.
O Centro Internacional de Investigação do Cancro e Doenças Prevalentes da Madeira (CICDPMADEIRA), hoje criado, é uma instituição de investigação transdisciplinar dedicada à investigação e inovação em Ciências da Saúde, esclarece o GR.