JPP: obra no Largo da Achada quase pronta mesmo sem apoio do Governo

O JPP visitou hoje as obras do Largo da Achada, na Camacha, para salientar o investimento da Câmara Municipal de Santa Cruz em todas as freguesias do concelho. Filipe Sousa realçou que, mesmo sem o apoio prometido pelo presidente do Governo Regional, a obra será apresentada publicamente dentro dos prazos estipulados, ou seja, em Setembro, na data de elevação da freguesia da Camacha a Vila, embora a sua conclusão esteja prevista já para Julho.

O presidente do JPP recordou o processo conturbado da obra, desde que a mesma foi apresentada ao Presidente do Governo Regional, Miguel Albuquerque.

“Quando apresentamos nesta praça o projecto, o senhor presidente do Governo deu-me um abraço e deixou o compromisso de que financiava a 100% esta obra. Passados dois anos. não havia resposta, e veio novamente a promessa de que afinal o apoio não seria de 100, mas de 50%”, realçou, adiantando, contudo, que o apoio acabou por ser “zero”, e a Câmara decidiu, por isso, avançar sozinha com um investimento que ronda os 400 mil euros. Aliás, sublinhou, “o único apoio que a Dr. Miguel Albuquerque cumpriu foi uma cameleira para aquele espaço, que inclusive já deu flor”.

Além da falta de apoio prometida pelo Governo, Filipe Sousa lembrou que aquela foi uma obra “fortemente contestada por aqueles que nunca fizeram nada  por esta freguesia”. Foi uma sucessão de tentativas de bloqueio com providências cautelares, exposições à Provedoria de Justiça, abaixo-assinados, mas o autarca e presidente do JPP refere, “com orgulho, que os verdadeiros camacheiros agradecem de coração e reconhecem que a obra era imprescindível para dinamizar toda a freguesia”.

Filipe Sousa diz que este investimento público serviu já para alavancar a reabilitação do Café Relógio, que deverá entrar em obras ainda este ano, num claro exemplo de que este tipo de investimento público incrementa a iniciativa privada.